Carlos Tavares: Crivella quer cassino e o crescimento da China com o maior porto mundial

BOLSONARO/CASSINOS

Logo no início do mandato, apresenta-se ao presidente Bolsonaro oportunidade ímpar de conquistar a simpatia de boa parte da população, que não votou nele. Trata-se da legalização do jogo/reabertura dos cassinos, que em dezembro, recebeu forte apoio do bispo-prefeito do Rio, Crivella, e do conceituado jornal O Globo (onde meio século atrás iniciei a carreira jornalística ). Em entrevista, o ex-senador Crivella, ao defender a reabertura para combater a miséria, desemprego e a estagnação econômica, disse caber ao Congresso decidir. Ao concluir sua posição – que certamente rachará a poderosa bancada evangélica com mais de 180 parlamentares – Crivella ponderou : “Joga quem quiser”.

Por seu turno, favorável a proposta do prefeito em editorial, o jornal assinalou : “De fato poderá ser uma saída”. Nos EUA – líder na atividade, que estimula o turismo com mais de 2 mil cassinos – a autorização para legalização dos jogos cabe aos Estados. Bom exemplo para o presidente Bolsonaro, que poderá ser louco, como Trump, mas também não rasgará notas de cem dólares. Além do mais, pode ter algum defeito, mas burro o Messias não é.

CHINA CRESCE

Contrariando o noticiário fake-news e sempre preconceituoso, referindo-se à inexistente desaceleração da economia chinesa, aqui vão notas atualizadas de três importantes áreas provando exatamente o inverso. 1) Na Bolsa a participação do setor privado chinês subiu para 75%, chegando a 2498 empresas. O valor total de empresas registradas superou US$ 6 trilhões, o segundo maior do mundo. Somente em novembro foram aprovados projetos da ordem de US$ 3,5 bilhões.

2) A movimentação geral do porto de Ningbo, crescendo 7,4% ultrapassou 1 bilhão de toneladas de carga. 3) Mais importante – e bem melhor que a programação oficial – a taxa de desemprego caiu para 4,8% e até novembro foram criados 12,9 milhões de empregos (a meta anual do governo era 11 milhões). Resultados positivos do maior comprador de produtos brasileiros (30%) e também investidor é ótimo para o País e melhor ainda para o presidente Jair.

NINGBO

Maior e mais antigo do mundo, o porto de Ningbo no mar da China, em 2018 confirmou sua liderança, com a movimentação superando 1 bilhão de toneladas de carga até novembro, cerca de dez vezes o total de Santos. Agora também deve ser recordista na movimentação de contêineres, com a marca de 25 milhões de unidades padrão (TEU), nesses onze meses.

A propósito, o porto detém recorde mundial da movimentação do contêiner no cais, 223 unidades/hora. Com 28 km de cais, dispõe de 355 berços de atracação, operados por 30 empresas privadas, inclusive a dinamarquesa Maersk. É administrado pela empresa mista Ningbo Port Co. Ltd e ligado ao porto de Xangai por monumental ponte marítima de 36 kms, (por onde transitei).



menu
menu