Trump lança política energética "dominante" focada em exportações

O presidente Donald Trump anunciou nesta quinta-feira (29) que os Estados Unidos está prestes a entrar na "era dourada" da política energética, que irá reviver o debilitado setor de energia nuclear e reduzir as restrições sobre as exportações de energia do país.

"Vamos exportar energia americana para todo o mundo", disse Trump durante um evento no Departamento de Energia. Os EUA, de acordo com ele, pretendem inaugurar uma "era de dominância energética global".

Trump ainda anunciou planos de aumentar as exportações de gás natural liquefeito para mercados asiáticos, assim como exportações de carvão para a Ucrânia. Além disso, Washington ainda deve retirar restrições sobre o empréstimo norte-americanos para projetos de carvão no exterior.

Novos Modelos

No plano doméstico, Trump disse que sua gestão buscará encontrar novos modos para reativar o setor de energia nuclear dos EUA, lançando uma revisão de políticas domésticas para encontrar maneiras de tornar a energia mais competitiva com gás natural e renováveis e abordar a questão do lixo nuclear.

Ele também inaugurou um período de consulta pública para o Departamento do Interior à medida que desenvolve um novo programa nacional de licitações de petróleo e gás offshore.

A gestão de Trump tem pressionado questões de energia, infraestrutura e mão de obra enquanto luta para enfatizar a agenda econômica, enquanto a maior parte de Washington foca em assuntos mais imediatos, como o esforço de republicanos para reformar o Obamacare e as investigações sobre a possível interferência da Rússia nas eleições de 2016.



menu
menu