Brasil aumenta exportação com tarifa reduzida para UE

Um volume maior de produtos brasileiros poderá entrar na União Europeia com tarifa de importação reduzida. A partir deste sábado (1º), o bloco vai aumentar a cota brasileira para açúcar bruto em 78 mil toneladas e a de frango em 4,7 mil toneladas.

Historicamente, o Brasil tem sido o principal fornecedor de açúcar bruto de cana para a União Europeia. No ano passado, o País exportou 542 mil toneladas do produto para o bloco, o equivalente a 188 milhões de euros.

Segundo a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a cota adicional de 78 mil toneladas se somará à atual, de 310,1 mil toneladas. As vendas realizadas por meio dessa cota adicional terão tarifa de 11 euros por tonelada, uma regra que valerá pelos próximos seis anos.

Exportação de aves

No caso do frango, a cota de 4,7 mil toneladas se soma à de 2,3 mil. Todo esse volume tem tarifa zero. Também houve acréscimo de 610 toneladas à cota do Brasil para cortes de peru, que hoje é de 4,3 mil toneladas, também sem tarifa.



menu
menu