Exportações de mel crescem 46,4% no 1º. semestre e EUA são o principal mercado no exterior

Brasília – As exportações brasileiras de mel registraram uma alta de 46,4% entre os meses de janeiro e junho de 2017 comparativamente com igual período de 2016 e geraram uma receita de US 71,5 milhões. Os Estados Unidos foram o principal mercado para o mel brasileiro no exterior e absorveram 93% de todo o volume embarcado pelo País. As vendas para os americanos totalizaram US$ 66,5 milhões e tiveram uma elevação de 74,6% no período. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

De acordo com o MDIC, o mel teve uma participação de 0,07% nas exportações totais do Brasil no primeiro semestre e foi responsável por 0,14% nas vendas externas de produtos básicos. O produto ocupa a 129ª. posição nas exportações totais do Brasil.

A Austrália foi o segundo maior importador do mel brasileiro, no total de US$ 1,17 milhão, alta de 313,9% em comparação com os seis primeiros meses do ano passado. O país foi o destino final de 1,6% das exportações brasileiras.

A relação dos principais importadores do mel brasileiro é integrada ainda pela Bélgica (US$ 651 mil e participação de 0,91% nas exportações), pelo Reino Unido (US$ 649 mil, correspondentes a 0,91% das exportações) e pela China (US$ 248 mil, com uma participação de 0,35% no total exportado).

São Paulo é, com ampla distância dos demais estados, o maior exportador de mel no Brasil e este ano as vendas paulistas tiveram um aumento de 57,9% para US$ 21,5 milhões, correspondentes a 30% do volume total embarcado para o exterior. Em segundo lugar do ranking aparece o Piauí, com exportações totais de US$ 13,7 milhões (alta de 75,2% comparativamente com o primeiro semestre de 2016 e participação de 19,2% no total exportado).

A terceira posição entre os exportadores coube ao Paraná, com receitas no total de US$ 12,5 milhões (alta de 133,5% e participação de 17,6%). Santa Catarina apareceu em quarto lugar, com US$ 9,7 milhões (queda de 25,3% comparativamente com o período janeiro-junho do ano passado e participação de 13,6% nas exportações) e o Rio Grande do Sul foi o quinto maior exportador brasileiro de mel, no total de US$ 6,1 milhões (aumento de 160,6% e uma fatia de 8,63% do total exportado pelo Brasil).



menu
menu