Diretor da FCCE participou de reunião que discutiu segurança pública no Rio de Janeiro



No dia 2 de agosto, o diretor da FCCE (Federação das Câmaras de Comércio Exterior) Marco Aurélio Kühner, participou de reunião com representantes das câmaras de comércio exterior, entidades de classe e associações empresariais do Rio de Janeiro, na sede da AmCham Rio, que discutiu propostas para melhorar a segurança pública no Estado, problema que tem afetado a credibilidade do Brasil em quase todo o mundo.

A reunião, conduzida pelo presidente da AmCham Rio, Pedro Almeida, e o cônsul-geral dos Estados Unidos no Brasil, James Story, surgiu em resposta à preocupação de empresários estrangeiros que mantêm negócios no Rio de Janeiro. Os representantes das entidades vão formar um comitê técnico para formular propostas para melhorar a segurança pública, principalmente em relação ao aumento do roubo de cargas, que tem afastado investidores.

Os participantes concluíram que é necessário pensar em políticas de longo prazo, sem data de validade. Eles ainda discutiram a possibilidade de os próprios empresários financiarem o plano que o comitê técnico vai elaborar para ser entregue ao governo do Estado e à Prefeitura. A ideia é buscar inspiração em exemplos bem-sucedidos no exterior, como Bogotá, Miami e Nova York, para avaliar a efetividade que elas teriam no contexto fluminense.

O encontro também teve a presença de representantes de câmaras de comércio da França, Itália, Japão, Noruega e Portugal, entidades de classes como Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), ABIH-RJ (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro), CNTur/CNC (Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), e instituições de fomento como Rio Negócios e a Rio Convention Visit Bureau, que debateram experiências e práticas internacionais que podem ser acrescidas ao plano estratégico de combate a violência na cidade do Rio de Janeiro.



menu
menu