Toyota vai exportar Corolla brasileiro para a Colômbia em 2018

A Toyota se prepara para enviar o Corolla produzido no Brasil para outros mercados. Durante uma entrevista, o diretor de relações governamentais da fabricante japonesa no País, Ricardo Bastos, anunciou que a empresa vai exportar o sedã médio para a Colômbia a partir de janeiro do ano que vem. Até então, o modelo comercializado naquele mercado era fabricado nos Estados Unidos.

Segundo o executivo, o Toyota Corolla produzido em nosso território é mais refinado e atende melhor às preferências dos consumidores colombinos. “A suspensão é melhor para atender a demanda local e o posicionamento é mais premium”, disse Bastos. No entanto, pelo menos até o momento, ainda não se sabe quais serão os volumes que serão entregues à Colômbia.

O Toyota Corolla norte-americano oferecido na Colômbia está disponível nas versões de acabamento L, LE e S. Em todos os casos, o motor é um 1.8 litro a gasolina de 140 cavalos de potência e 17,6 kgfm de torque, com câmbio manual de seis marchas ou automático do tipo CVT.

A Toyota trouxe recentemente ao Brasil um grupo de concessionárias da Colômbia para conhecer a estrutura local de serviços e de garantia. Além disso, eles puderam conhecer o compacto Etios, que poderá ser exportado futuramente. “Os revendedores gostaram muito dos modelos nacionais e ficaram seguros com a nossa estrutura”, revela Bastos.

A exportação do Corolla brasileiro para o território colombiano faz parte da nova estratégia da Toyota para equilibrar a operação nacional. “Precisamos voltar a participar desses mercados e depois, mesmo quando a demanda nacional voltar a se aquecer, precisamos manter esses negócios”, avalia. Atualmente, a Toyota do Brasil exporta seus modelos para a Argentina, Uruguai, Chile, Costa Rica, Honduras e Peru. De janeiro a agosto de 2017, a marca registrou 24 mil automóveis exportados para esses países, o que representa um aumento de 21 por cento em relação ao mesmo período no ano passado.



menu
menu