Carlos Tavares: O senador girou mal, São Paulo agrada chineses e porto de Santos estadualizado

TURISMO

Seria bom se o senador Girão explicasse porque o Rio caiu para a 98° colocação, com apenas 2,2 milhões turistas – com os cassinos fechados por Dona Santinha Dutra – enquanto outras cidades, não tão belas, mas com cassinos abertos estão muito à frente. Pela pesquisa do Euromonitor em primeiro permaneceu Hong Kong, a 30 minutos de Macau, o maior centro mundial do jogo, com 35 movimentados cassinos. As duas cidades irmãs receberam em 2018, 46 milhões de turistas. Londres e Paris, com belos cassinos/resorts nos arredores, receberam 19 milhões de turistas, cada. Nessa mesma relação, entre as 20 cidades mais visitadas, estão Nova York, Roma e Toquio, todas com movimentados cassinos na vizinhança.

SÃO PAULO/CHINA

A agencia Xinhua, em longa reportagem, noticiou a formação de três missões comerciais do governo paulista, com o seguinte título : “São Paulo lidera movimento de Estados brasileiros em aproximação com a China”. A primeira missão, formada por sete governadores, que formam o Consórcio da Integração Sul/Sudeste (Consud), sairá em junho/2020. Para começar, o governador Doria conta com escritório em Xangai (Invest sp), já com parceria de 32 empresas e também com a sede do Novo Banco de Desenvolvimento, que estará operando em 2020. Este Banco financiará 21 novos projetos chineses, no valor de US$ 24,8 bilhões.

DOCAS, NÃO

Em recente evento, Doria prometeu apoio à indevida “decisão do governo federal de privatizar o porto de Santos”. Não pense o governo em oferecer esse verdadeiro abacaxi aos chineses, que sabem muito bem que todas as despesas com manutenção/lucro da Docas seriam pagas consequentemente por exportadores/importadores. Evidentemente que os chineses não vão querer ficar contra esses empresários brasileiros. Não entre nessa, João, por favor. Trate de estadualizar o Porto, como Rio Grande e Paranaguá. Isto sim.



menu
menu