Carlos Tavares: cassinos, arrecadação e emprego, privatização indevida e ensino prejudicado

CASSINOS

O jornalista Magnho José, presidente do Instituto Brasileiro do Jogo Legal, apresentou no seminário organizado pelo Lide Futuro, impressionante trabalho sobre os cassinos. Para começar informou que no EUA, os jogos de azar movimentam mais de US$ 500 bilhões e, no Brasil, na ilegalidade, representam cerca de R$ 34 bilhões. Diz, ainda que as apostas podem movimentar , legalmente, até R$ 66 bilhões, com R$ 30 bilhões de impostos e gerar cerca de 700 mil empregos.

No Congresso existem dois projetos de Lei para legalização dos cassinos. O PL 42/91 na Câmara e o PLS 186/2014, no Senado. O Lide é uma organização empresarial de jovens, que já tem mais de 1 mil filiados.

PRIVATIZAÇÃO

Na semana passada o presidente Messias desmentiu o governador João dizendo que ele estava “completamente desinformado” ao declarar que a Cia Docas de Santos seria privatizada este ano. Parece que foi um gesto de bom senso, a retirada da Docas da lista do secretário das privatizações , o Joaquim Matar. Para o governador, depois da escorregada, seria melhor reivindicar a administração de Santos pelo Estado, a exemplo do que existe para o porto de Rio Grande (RS) e Paranaguá (PR), sem dúvida os melhores do País.

ENSINO

O ensino a estudantes estrangeiros rende aos Estados Unidos mais de US$ 42 bilhões as 4 mil faculdades/universidades, sendo os chineses com 400 mil, a larga maioria, entre os 950 mil estudantes de fora. Segundo o diretor Ogden, da Penn State University e da Michigan State University, pela primeira vez houve diminuição de candidatos chineses, com as ameaças de guerra EUA/China, do presidente Trump.





menu
menu