Número das exportadoras brasileiras cresce 11,51% até julho mas receita registra queda de 5,56%

Entre os meses de janeiro e julho, foi registrado um aumento de 11,51% no número de empresas exportadoras brasileiras, que totalizaram 18.543 companhias, enquanto nesse mesmo período houve uma queda de 13,85% no número das empresas importadoras, que chegaram a um total de 31.793.

No cômputo geral, 50.336 empresas participaram das atividades do comércio exterior realizando operações de exportação e importação. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e foram computados pela Thomson Reuters e fornecidos ao Comexdobrasil.com.

Nos sete primeiros meses do ano, as 18.543 empresas exportadoras embarcaram para o exterior produtos no valor de US$ 106,585 bilhões. E apesar do número das companhias exportadoras ter crescido 11,51% comparativamente com o mesmo período de 2015, as receitas obtidas por essas empresas tiveram uma queda de 5,56%, pois naquele ano as vendas externas dessas empresas atingiram a cifra de US$ 112,862 bilhões.

De acordo com a Thomson Reuters, no total geral do ano de 2015, 20.332 empresas exportaram US$ 191,134 bilhões. Em 2014, 19.234 empresas exportaram US$ 225,100 bilhões, ou seja, 5,66% menos empresas exportaram 15,09% a mais em valores, se comparados os dados de 2015 e 2014.

Os dados analisados pela Thomson Reuters mostram ainda uma forte concentração da atividade exportadora num reduzido número de companhias. De janeiro a julho, apenas 157 empresas realizaram exportações acima de US$ 100 milhões. Juntas, embarcaram mercadorias no total de US$ 75,896 bilhões (de um total de US$ 106,585 bilhões exportados pelo Brasil no período). O número de exportadoras na faixa entre US$ 50 milhões e US$ 100 milhões chegou a 108 empresas, com exportações totalizando US$ 7,554 bilhões. Entre US$ 10 milhões e US$ 50 milhões de faturamento com as exportações foram contabilizadas 580 companhias, responsáveis por um faturamento de US$ 12,901 bilhões. E a grande parcela das empresas exportadoras concentrou-se na faixa até US$ 1 milhão, com um total de 15.124 empresas responsáveis por vendas externas no total de US$ 2,070 bilhões.

No que diz respeito às importações, o levantamento feito pela Thomson Reuters revela que de janeiro a julho deste ano, 31.793 empresas realizaram importações no total de US$ 75,355 bilhões. Comparando com o mesmo período do ano anterior, o número de empresas decresceu 13,85%, pois em 2015 36.905 empresas brasileiras realizaram operações de importação. Entretanto, a receita obtida em 2016 ficou menor que em 2015 em 13,85%, quando as empresas atuantes nesse segmento do comércio exterior importaram produtos no valor de US$ 108,247 bilhões.

Da mesma forma que acontece com as empresas exportadoras, também o ranking das companhias importadoras conta com um pequeno número de empresas responsáveis por uma parcela significativa das compras externas e um elevado contingente de pequenas empresas realizando importações num total pouco expressivo.

Assim, faixa acima de US$ 100 milhões, 107 empresas realizaram importações no total de US$ 38,426 bilhões (de um total de US$ 787,355 bilhões importados pelo Brasil de janeiro a julho deste ano). Na outra ponta, com operações de até US$ 1 milhão, um vasto universo integrado por 27.022 empresas (de um total de 31.793 companhias importadoras) importaram mercadorias no valor total de US$ 3,500 bilhões.

No total geral do ano de 2015, segundo informa a Thomson Reuters, 42.375 empresas importaram US$ 171,449 bilhões. Entretanto, no ano de 2014, 44.375empresas importaram US$ 229,154 bilhões, ou seja, 4,51% menos empresas importaram 25,18% a menos em 2015 no comparativo com 2014.



menu
menu