Indústrias de soja elevam previsão de exportação do Brasil em 2017

As exportações de soja do Brasil devem atingir um recorde de 57,5 milhões de toneladas em 2017, estimou nesta segunda-feira a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), superando a previsão de embarques de 57 milhões de toneladas feita no final de outubro.

O volume maior deverá elevar o faturamento das exportações do complexo soja (grãos, farelo e óleo) para 26,057 bilhões de dólares no próximo ano, ante 25,882 bilhões de dólares projetados em outubro.

O aumento na previsão de embarques é sustentado por uma colheita ligeiramente superior ao estimado anteriormente e por mais grãos que deverão restar de temporada 2016.

A Abiove projetou que a produção de 2017 (ano safra 2016/17) deverá ficar em 101,4 milhões de toneladas, 100 mil toneladas a mais que o previsto anteriormente.

A associação, que representa grandes indústrias e exportadores como ADM, Bunge, Cargill e Louis Dreyfus, também estimou que o estoque final de 2016, que estará disponível em 2017, deverá alcançar 4,231 milhões de toneladas, o maior volume desde 2012.

Anteriormente, a Abiove previa que o volume disponível ao final deste ano ficasse em 3,431 milhões. O ajuste deveu-se a uma queda nas exportações e no processamento --que recuarão juntos 1,3 milhão de toneladas--, superando uma previsão de safra 500 mil toneladas menor em 2016.



menu
menu