Países árabes são destino final de 11,7% das exportações do agronegócio brasileiro em janeiro

As exportações do agronegócio brasileiro ao Oriente Médio somaram US$ 688 milhões em janeiro, um aumento de 49% sobre o mesmo mês do ano passado, segundo dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Foi a segunda região que mais cresceu como destino no período, atrás apenas da Europa Oriental. A participação do bloco nas vendas externas do setor avançou de 9,3% para 11,7%.

Três países árabes figuraram entre os 15 maiores mercados do Brasil em janeiro: Arábia Saudita, na quinta posição, Argélia, na 12ª, e Emirados Árabes Unidos, na 15ª.

A Argélia foi um dos países para onde as exportações mais cresceram. Os embarques para lá renderam US$ 134,6 milhões, um aumento de 108,5% em relação a janeiro do ano passado. Segundo o Mapa, o desempenho foi impulsionado pelos negócios com açúcar e milho.

As vendas para a Arábia Saudita somaram US$ 184 milhões, um crescimento de 27% sobre o primeiro mês de 2016. Para os Emirados, as exportações totalizaram US$ 121,2 milhões, um avanço de 23,6% na mesma comparação.

No total, as exportações do agronegócio brasileiro renderam US$ 5,87 bilhões em janeiro, um aumento de 17,9% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Os principais itens exportados foram as carnes, açúcar e álcool, complexo soja (grãos, farelo e óleo), produtos florestais e café. Todos estes setores registraram avanços em suas vendas externas no mês passado.



menu
menu