Volvo inicia exportação de carros da China para a Europa por via ferroviária

A Volvo inicia as exportações de automóveis da China para a Europa através de uma nova ferrovia, que permite ao fabricante sueco embarcar seus carros em Daqing e desembarca-los em Zeebrugge, na Bélgica.

Ao todo foram 225 carros da Volvo, do modelo S90, que atravessaram de trem parte da China, Cazaquistão, Rússia, Bielorrússia, Polônia e Alemanha. A ferrovia, que promete resgatar a importância no passado da Rota da Seda, tem seu final na França e parte da cidade de Yiwu, localizada ao sul de Xangai.

Com mais de 12 mil km de extensão, a ferrovia é a segunda mais longa do mundo, perdendo apenas para a China-Madri, que começou a funcionar em 2014. Para a Volvo, a estrada de ferro intercontinental reduz em dois terços o tempo de viagem normalmente feito por navio e também os custos. A empresa pretende aumentar os volumes embarcados a partir da China.



menu
menu